IFOOD DELIVERY
Ser Universitario
 
STONE

NASA divulga primeira coleção de fotos do telescópio James Webb

13/07/2022 - 15:44h

Documento sem título
Nebulosa Carina, berço de várias estrelas (Photo by NASA, ESA, CSA, and STScI via Getty Images)
Nebulosa Carina, berço de várias estrelas

(Photo by NASA, ESA, CSA, and STScI via Getty Images)

  • NASA divulga primeira coleção de fotos tiradas pelo telescópio James Webb;

  • Cinco imagens mostram, em detalhes, galáxias e nebulosas;

  • Evento foi realizado nesta terça-feira (12) e teve transmissão ao vivo pelo site e Youtube da NASA.

A NASA (agência espacial norte-americana) completou, nesta terça-feira (12), a divulgação da primeira coleção de fotos tiradas pelo telescópio James Webb, o maior e mais potente já lançado ao espaço. Ao todo, cinco imagens mostram galáxias e nebulosas em detalhes, sendo que a primeira – do aglomerado SMACS 0732

O evento de hoje começou às 10h45 e contou com transmissão ao vivo pelo site e canal do Youtube da NASA. As imagens começaram a ser exibidas por volta das 11h30, no horário de Brasília. Veja abaixo os detalhes de cada uma.

SMACS 0732

Tirada ao longo de 12 horas, a foto mostra milhares de galáxias, algumas ainda inéditas para os cientistas que só puderam ser vistas graças à visão infravermelha do Webb.

(Photo by NASA via Getty Images)
(Photo by NASA via Getty Images)

WASP-96b

Trata-se de um exoplaneta gigante e gasoso, com cerca de metade da massa de Júpiter. Ele orbita muito perto de sua estrela, parecida com o Sol, e é significativamente mais quente do que qualquer planeta em nosso sistema solar. Ao que tudo indica, há água, neblina e nuvens por lá. O Webb não trouxe uma fotografia do planeta – já que mostraria apenas um ponto de luz - mas sim um espectro.

(Photo by NASA, ESA, CSA, and STScI via Getty Images)
(Photo by NASA, ESA, CSA, and STScI via Getty Images)

Nebulosa do Anel do Sul

É chamada de nebulosa planetária, mas apesar de ter ‘planeta’ no nome, são conchas de poeira e gás derramadas por estrelas que estão morrendo. O gás e a poeira são vistos em detalhes pelo Webb, algo que nunca tinha acontecido na história.

(NASA, ESA, CSA, STScI, Webb ERO Production Team/Handout via REUTERS)
(NASA, ESA, CSA, STScI, Webb ERO Production Team/Handout via REUTERS)

Quinteto de Stephan

Grupo de cinco galáxias localizado a cerca de 290 milhões de anos-luz da Terra, na constelação do Pégaso. A galáxia da esquerda é a que está mais próxima daqui, mas todas se “puxam e esticam em uma dança gravitacional”. Esta é a maior imagem do Webb até hoje.

(Photo by NASA, ESA, CSA, and STScI via Getty Images)
(Photo by NASA, ESA, CSA, and STScI via Getty Images)

Nebulosa Carina

O ‘grand finale’ das primeiras imagens feitas pelo Webb! Esta é uma das maiores e mais brilhantes nebulosas do céu. Atrás da cortina de poeira e gás, estão estrelas bebês anteriormente escondidas, agora reveladas pelo telescópio.

(NASA, ESA, CSA, STScI, Webb ERO Production Team/Handout via REUTERS)
(NASA, ESA, CSA, STScI, Webb ERO Production Team/Handout via REUTERS)

Fonte: NASA

STONE EMPREENDEDOR

Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais notícias
Veja todas as noticias