Leo Ar
Ser Universitario
 

ProUni 2016/1 já registra mais de 1 milhão de inscrições

20/01/2016 - 08:04h

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, informou em coletiva realizada na tarde de ontem, 19 de janeiro, que 559.237 estudantes se inscreveram no Programa Universidade Para Todos (Prouni) 2016/1 até as 17 horas do primeiro dia de inscrições. Foram contabilizadas 1.071.071 inscrições até então, já que cada candidato pode escolher até duas opções de cursos.

Inscreva-se no ProUni 2016/1

Confira a apresentação do ministro sobre o ProUni 2016/1

A oferta é de 203.602 vagas em 30.931 cursos ministrados em 1.069 instituições. Na primeira edição de 2015, foram 213.113 oportunidades. Segundo Mercadante, a redução de 4% no total de vagas é explicada pelo fato de 97 instituições de ensino superior estarem impedidas de participar do programa este ano em virtude da nota de avaliação inferior a 3 no Índice Geral de Cursos (IGC). 

Nesta edição, São Paulo concentra o maior número de bolsas, o equivalente a 62.630. Em seguida, estão Minas Gerais (19.850), Paraná (18.130), Santa Catarina (11.175) e Distrito Federal (10.788). Os cinco cursos que oferecem maior número de oportunidades são Engenharias (28.110), Administração (20.743), Pedagogia (13.979), Direito (13.511) e Ciências Contábeis (11.028).

Apesar de Medicina não estar na lista dos cursos com maior oferta de vagas, a quantidade de bolsas destinadas ao curso vem crescendo. Na primeira edição de 2013, 2014 e 2015, foram 634, 693 e 788 bolsas, respectivamente. Neste semestre, serão 838. 

Inscrições

O prazo para inscrições, que foi aberto nesta terça-feira, segue até as 23h59 do dia 22 de janeiro. Podem se inscrever estudantes que não possuem diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015 com desempenho superior a 450 pontos na média e nota diferente de zero na redação. 

Eles também deverão comprovar que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em instituição privada, que possuem algum tipo de deficiência ou que são Professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente da instituição pública, no caso de licenciaturas.

Estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa serão contemplados com as bolsas integrais. Já as parciais serão concedidas para estudantes com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa. A partir de hoje, o sistema calculará e divulgará a note de corte para cada curso.

O resultado da primeira chamada será divulgado em 25 de janeiro com prazo até 1º de fevereiro para comprovação das informações. A segunda convocação sai no dia 12 e os pré-selecionados terão até dia 18 para apresentar os documentos comprobatórios. A manifestação de interesse na lista de espera deverá ser realizada entre os dias 26 e 29 de fevereiro. Neste caso, a comprovação das informações acontecerá nos dias 8 e 9 de março.

Mais informações podem ser obtidas no Edital ou no site do ProUni.

 


Fonte: Prouni

Mais notícias
Veja todas as noticias