Leo Ar
Ser Universitario
 

2017 traz novas perspectivas para o mercado

11/01/2017 - 04:57h

2017 traz novas perspectivas para o mercado

Ano promete começar a restabelecer a economia; profissionais bem capacitados têm grandes chances


Depois da palavra ‘crise’ ter sido sinônimo de problemas para uns, mas também de incentivo para outros em 2016, o novo ano vem com outras expectativas. Como consequência, alguns setores têm uma visão otimista do mercado de trabalho, tanto para quem contrata como para quem quer ser contratado.

Nesse cenário, as empresas estão procurando cada vez mais por profissionais que consigam aplicar seus conhecimentos e melhorar, agilizar e simplificar os processos pelos quais são responsáveis, para que o produto final do serviço realizado não perca a qualidade e ajude no crescimento da organização.

No Mercado De Trabalho atual, existem oportunidades para uma colocação profissional, principalmente para os que se qualificam. Porém, o nível de exigência e de capacitação necessárias aumenta cada vez mais. Assim, aqueles que possuem Curso De Graduação e especialização ou cursos específicos para as funções que desejam desempenhar – como os Tecnólogos –, têm um diferencial para se destacarem na candidatura às vagas.

“Muitos estudantes terminam a Faculdade achando que, com o diploma, já vão estar prontos para o mercado e isso é um engano enorme. Hoje, a concorrência e a mão de obra são grandes, então você precisa ter diferenciais. É interessante ver com qual disciplina a pessoa se identifica e fazer uma pós-graduação, por exemplo, fazer um curso de línguas, porque um dos requisitos atualmente é ter o inglês básico”, comenta o Professor Antônio Carlos Guedes, que leciona disciplinas de Contabilidade e Conjuntura Econômica em algumas graduações no UBM – Centro Universitário de Barra Mansa.

Segundo o Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para subsidiar o planejamento da oferta de formação profissional da instituição, as áreas que mais vão demandar formação profissional serão a de Construção, Meio Ambiente e Produção, Metalmecânica, Alimentos, Vestuário e Calçados, Tecnologias da Informação e Comunicação, Energia, Veículos, Petroquímica e Química, Madeira e Móveis, entre outros.

Já de acordo com a edição 2017 do guia salarial da consultoria Robert Half, as empresas continuarão buscando redução de custos e focarão na qualidade do quadro de funcionários. O guia salarial indica oito áreas promissoras em 2017: engenharia, finanças e contabilidade, vendas e marketing, jurídico, mercado financeiro, recursos humanos, seguros e tecnologia.

Para as áreas citadas e outras, o UBM oferece cursos de graduação, pós-graduação e cursos rápidos. Os interessados podem consultar o site www.ubm.br e ver qual das qualificações se encaixa melhor ao seu perfil.


Fonte: UBM


Compartilhe e exponha sua opinião...

Mais Mercado de Trabalho
Veja todas as Mercado de Trabalho