Leo Ar
Ser Universitario
 

Inep participa de debate sobre avaliação de larga escala

28/09/2015 - 00:00h

O Instituto Nacional De Estudos E Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) participa, até sexta-feira, 21, em Florianópolis (SC), da VIII Reunião da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (Abave). Com o tema Avaliação de larga escala: ensinamentos, aprendizagem e tendências, o encontro debate as mudanças ocorridas ao longo do tempo na avaliação e na educação brasileira e orienta novos rumos.

O Inep participa como expositor em um estande no qual divulga as suas principais ações e avanços, entre eles: o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb); o InepData – sistema de consulta a informações e estatísticas educacionais; o Portal Ideb por Escola; e a Provinha Brasil. O Inep também realiza, no espaço de divulgação do Instituto, atendimento individual para esclarecer dúvidas e fornecer informações detalhadas aos estudantes, pesquisadores e estudiosos presentes.

Representantes do Inep participam ainda de debates sobre avaliação educacional da América Latina e avaliação como instrumento de gestão e políticas públicas de qualidade e equidade. "Na Abave, nós vamos apresentar trabalhos feitos exclusivamente por servidores do Inep. Precisamos mostrar mais a nossa produção e realizar mais pesquisas. Aqui, temos mais uma oportunidade para demonstrar o trabalho feito pelos servidores, que também será utilizado na elaboração de políticas públicas educacionais", ressaltou Chico Soares, presidente do Inep, na abertura da reunião.

"Será uma oportunidade para o Inep, que tem uma relação direta com áreas de pesquisas e com avaliações em larga escala, compartilhar e adquirir novos conhecimentos", enfatiza Fábio Bravin, coordenador-geral de Controle da Qualidade e de Tratamento da Informação da Diretoria de Estatísticas Educacionais. 

O pesquisador e servidor do Inep Vitor Camargo, que apresenta o trabalho sobre novos indicadores da educação básica, destaca a importância do Inep no evento: "O instituto contribui para que os profissionais da educação tenham uma atuação mais fundamentada e direcionada em termos de políticas públicas".

Criada em 2003, a Abave é um espaço de debate e intercâmbio de experiências entre os acadêmicos, estudantes e profissionais da avaliação educacional.

Confira quatro trabalhos desenvolvidos por servidores da autarquia que estão na mostra:

Perfil da docência no ensino médio regular – A pesquisa avalia a formação inicial dos Docentes que atuam no ensino médio no Brasil, por disciplina; o esforço que esses profissionais empreendem para o exercício de suas funções; e a capacidade que o sistema de educação superior possui para formá-los. 

Indicador de nível socioeconômico das escolas de educação básica – Ajuda a compreender, de maneira contextualizada, seus resultados e possibilita que práticas e políticas educacionais possam ser desenvolvidas e implementadas para diminuir o efeito do nível socioeconômico no desempenho escolar do alunos, a fim de promover a igualdade de condições de aprendizagem, independente da origem social do aluno.

Novos indicadores da educação básica – Os indicadores de adequação da formação docente, regularidade do docente, esforço Docente e complexidade de gestão escolar permitem aos gestores uma avaliação da situação de seus docentes nessas características, garantindo uma atuação mais fundamentada/direcionada em termos de políticas públicas.

Indicadores de docentes e os resultados da pesquisa Talis – O intuito do trabalho é explorar a relação entre informações objetivas dos Professores e das escolas (levantadas pelo Censo Escolar e pela Prova Brasil) e as percepções dos professores e diretores, suas condições de trabalho e o clima escolar em que estão inseridos.

Noel Lopes
Assessoria de Comunicação Social


Fonte: Inep

Mais notícias
Veja todas as noticias